Confiança em Deus

 

CONFIANÇA EM DEUS

Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e o mais ele fará – Salmo 37.5.

INTRODUÇÃO
Quase todo mundo diz que confia em Deus, mas, quando vêm as provas, as lutas e as dificuldades, muitos ficam confusos, ansiosos e cheios de dúvida em relação a Deus. Este verso bíblico tem três PARTES, cujos ensinamentos podem aumentar a nossa confiança em Deus:

1ª. Parte do versículo: ENTREGA O TEU CAMINHO AO SENHOR
* Quem de fato confia em Deus, entrega a sua vida a Deus!
* E entrega não apenas algumas partes da sua vida a Deus, mas, sim, todo o seu caminho.

— Contar a história do Equilibrista (logo abaixo) —

“O que Jesus nos diz é: Não quero um pouco do seu tempo e um pouco do seu dinheiro e um pouco do seu trabalho: Eu quero você por inteiro. Não vim atormentar o seu “eu” natural, eu vim matá-lo. Nenhum meio sacrifício é bom” (C. S. Lewis, das Crônicas de Nárnia, adaptado).

2ª. Parte do versículo: CONFIA NELE
* Quem de fato confia em Deus, obedece a Deus.
* Pois sabe que Ele jamais traiu a confiança de alguém.

— Contar a história do Alpinista (logo abaixo) —

“Deus não é como os homens, que mentem; não é um ser humano, que muda de ideia. Quando foi que Deus prometeu e não cumpriu? Ele diz que faz e faz mesmo” – Números 23.19 (BLH).

3ª. Parte do versículo: E O MAIS ELE FARÁ
* Quem de fato confia em Deus, faz as suas orações e dorme em paz, sem ansiedade.
* Pois sabe que Ele é Deus de milagres, Deus do impossível.

— Contar a história da Criança e o Farmacêutico (logo abaixo) —

“Respondeu-lhe Jesus: Não te disse eu que, se creres, verás a glória de Deus? – João 11.40 (RA)”.


CONCLUSÃO

Confiar em Deus significa entregar-lhe toda a nossa vida, confiar no seu caráter e esperar o Seu agir.

Autor: Pr Ronaldo Franco




Quebra-gelo sugerido para ANTES dessa ministração
O grupo deve escolher dois produtos nos quais se pode confiar e dois nos quais NÃO se pode confiar, justificando as escolhas (tanto as positivas quanto as negativas).

Nota: A escolha deve ser por CONSENSO, isto é, não pode fazer votação, mas discutir o assunto até chegar a uma conclusão.

Perguntas que podem ajudar a refletir nesta mensagem, logo DEPOIS da ministração:
– Qual destas três histórias falou mais ao seu coração? Por quê?
– O que você acha, a nossa confiança em Deus é, de fato, verdadeira? O que precisa melhorar?
– Como podemos aumentar a nossa confiança em Deus?

Apelo que pode ser feito no FINAL:
– Alguém aqui quer entregar a sua vida a Jesus? (Releia o Salmo 37.5).




ILUSTRAÇÕES

O EQUILIBRISTA
Um equilibrista muito famoso mandou esticar um cabo de aço sobre um rio e o atravessou duas vezes, sozinho. Todo mundo aplaudiu. Então ele perguntou se o público acreditava que ele era capaz de atravessar de novo, mas, desta vez empurrando um carrinho de mão. Eles responderam: “Sim, nós acreditamos que você é capaz de fazer isso”.

Ele foi e voltou empurrando um carrinho de mão e lhes perguntou: “Vocês acreditam que eu sou capaz de levar uma pessoa neste carrinho de mão?”. Todos responderam: “Sim, nós acreditamos que você é capaz de fazer isso”. Então ele pediu um voluntário. A multidão se calou. Ninguém quis. O espetáculo acabou.

O ALPINISTA
Certa vez um alpinista decidiu escalar sozinho uma montanha muito alta, mas acabou em apuros, pois não conseguiu voltar antes do escurecer. Tentando achar um lugar para armar a barraca, caiu um buraco escuro e fundo, e só não morreu por que a sua corda se enroscou numa pedra. Balançou-se de um lado para outro, tentando sair daquela situação, mas não deu certo. Tentou subir pela corda, mas também não deu certo. Nesse momento de solidão, lembrou-se de Deus e pediu-lhe socorro: – Meu Deus, ajude-me, por favor!

Em resposta ao seu clamor, uma voz vinda dos céus lhe pergunta:
– Você realmente acredita que Eu posso salvá-lo?
– Sim, Senhor, eu acredito.
– Então, obedeça-me, e corte a corda!

Fez-se um profundo silêncio. Ele ligou pegou o seu gravador de voz e gravou esta mensagem: – Tenho a impressão de ter ouvido uma voz me dizendo para cortar a corda. Meu coração diz que sim, que devo cortar a corta, mas a minha mente diz que não.
Conta-se que quando o encontraram no dia seguinte, congelado e morto, suas mãos estavam firmemente agarradas à corda, a apenas um metro e meio do chão.

A CRIANÇA E O FARMACÊUTICO
Certa vez, o dono de uma pequena farmácia do interior, que se dizia ateu, cansado de um longo dia de trabalho, leu uma receita médica às pressas e acabou vendendo um remédio errado. Assim que percebeu o problema, abaixou rapidamente as portas da farmácia e correu atrás da criança que tinha vindo buscar o medicamento para a sua mãe — que estava muito doente —, mas não conseguiu encontrá-la.

Voltou para a farmácia e, sem saber o que fazer, com a consciência pesada e com medo, muito medo – de ser processado ou até mesmo preso, e de perder tudo o que levou a vida inteira para construir – instintivamente fez algo que nunca havia feito: ajoelhou-se e orou. Mesmo sendo um ateu, seu espírito o levou a buscar o Criador e clamar por ajuda.

De repente, sentiu uma mão a tocar-lhe o ombro esquerdo e ao se virar, deparou-se com a criança: “Moço, por favor, não brigue comigo, mas é que eu caí e quebrei o vidro do remédio. Dá pro senhor me dar outro? Por favor, moço, a minha mãe tá muito doente e não pode ficar sem remédio”.

Updated: janeiro 19, 2015 — 9:54 pm

1 Comment

Add a Comment
  1. São dinâmicas maravilhosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2018 Frontier Theme